segunda-feira, março 16, 2009

MOTOQUEIRO FANTASMA

www.adorocinema.com.brO universo Marvel nunca abriu muito espaço ao MOTOQUEIRO FANTASMA, porém seus quadrinhos eram contos de terror interessantes, calcados num estilo gráfico bastante estiloso.Columbia Pictures, vendo potencial enorme neste sub-gênero, tiraram o “cabeça de caveira” do papel sem grandes cuidados e diluindo praticamente toda trama barra-pesada, para um entretenimento frouxo aos jovens descerebrados.

Como NICOLAS CAGE (CIDADE DOS ANJOS) estava louco para interpretar algum super-herói (tentou participar de SUPERMAN, mas foi sonoramente ridicularizado), entrou neste projeto e infelizmente sua presença frente às câmeras é vergonhosa.Tendo em mente películas recentes como BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS, HOMEM DE FERRO e até QUARTETO FANTÁSTICO E O SURFISTA PRATEADO, fica difícil encontrar qualidades por aqui.

Johnny Blaze é motoqueiro famoso pelas manobras arriscadas. Seu pai tem câncer e numa noite o jovem faz pacto com demônio, para cura-lo. O patriarca da família melhora da doença, porém morre num acidente motociclístico e Blaze descobre poderes fantásticos, tudo para ajudar o “tinhoso” a aniquilar inúmeros inimigos.

Podemos considera-lo filme B com efeitos especiais significativos, pois há fiapo de roteiro, amarrado numa trilha sonora de sons ultrapassados, coadjuvantes (EVA MENDES incluída) perdidos e desfecho previsível, sem graça e tolo – ingredientes facilmente esquecidos após dois minutos do final da sessão.Caso fosse produzido pela Marvel (aí, certamente teriam bom controle das particularidades dos personagens), todos toques macabros presentes nas revistas estariam contidos numa obra enxuta, sem CAGE encabeçando elenco pobre. Prefira ler um bom livro e passe longe dessa “aventura” descabida.

NOTA: 4,0
ORÇAMENTO: 120 Milhões de Dólares

7 comentários:

Rodrigo Andolfato disse...

Muito boa a crítica, eu comecei a ver este filme e não aguentei assistir até o final. Tou vendo agora que não perdi nada!

Abraços!

http://livroquequeroescrever.wordpress.com

Marton Olympio disse...

Na boa?
4 é muito para este filme que é uma meeeeeeeeerrrrdaaaaaa!
Assim como o de cima, não resisti a cinco minutos de filme.
E como o Cage está congelado pelo Botox, se torna ainda mais constrangedor.

Parabéns, belo blog.

abraços

http://martonolympio.blogspot.com/

Carolina disse...

é.. tenso isso.
complicado como a grande indútria do cinema vem colocando o lucro em primeiro lugar. ah! saudades dos grandes clássicos. não que surperman ou batman sejam os piores filmes do mundo, mas esse adí dá pra dormir logo nos 20min iniciais. parabéns pela crítica. desculpa, um detalhe: meu blog não é de poesia e nem emo. se vc não gostou dele tente o outro:

http://cahierdemarie.wordpress.com/

não escrevo só poesia emo.. ¬¬'

mas seu blog é legal, difícil achar blogs de cinemas interessantes.. sério, parabéns!

=D

Carol Santos disse...

Ahh, os cineastas sempre conseguem acabar seja o que for quando passam para as telonas, fato.
Seja um livro ou gibis.
Amei o lay. Adorei o blog ;]

Habib Sarquis disse...

Gostei do blog e da critica. Parabéns...sucesso e voltarei para saber sobre alguns filmes.

Blog: Leitura Dinâmica - www.habibsarquis.wordpress.com

Hique disse...

Eu gostei muuuuito do filme pelos personagens demoníacos, principalmente o Legião, mas acho que fizeram o motoqueiro tão babacão... não sei se era assim nos quadrinhos, mas ele era uma anta rsrsrs

Viviane Souza disse...

Bem ruim este filme Nicolas Cage que eu adoro decepcionou em aceitar um filme tão ruim para interpretar.
Nota 4 do Eder foi gentil

Related Posts with Thumbnails