terça-feira, setembro 15, 2009

ENTREVISTA COM DIRETOR DE 'A CAPITAL DOS MORTOS'

www.acapitaldosmortos.com.brLi na Revista Set, a respeito de um filme nacional independente sobre zumbis, intitulado A CAPITAL DOS MORTOS. Entrei em contato com o pessoal, e o diretor TIAGO BELOTTI gentilmente me cedeu esta entrevista. Desde já gostaria de agradecê-lo e desejar-lhe sucesso... o cinema nacional necessita urgentemente de empreitadas em novos gêneros.

CINEMA E PIPOCA: Quando você teve a idéia de 'criar' esta atmosfera e mesclá-la com um roteiro passado justamente na capital brasileira ?
TIAGO BELOTTI: Sempre adorei filmes de zumbi. Desde os tempos do Thriller do Michael Jackson, que me aterrorizou quando criança. Não perdia nenhum filme do gênero, e a vontade de realizar o meu próprio projeto foi se desenvolvendo naturalmente. Talvez o principal motivo tenha sido o fato do cinema nacional não produzir filmes nesse estilo. Isso sempre me incomodou, sempre quis ver um filme brasileiro de zumbi. Então decidi fazer um. E Brasília é a cidade perfeita pra isso. Nenhuma outra cidade do Brasil tem uma fotografia tão boa pra cinema.

A idéia inicial surgiu em 2004, com o roteiro “Brasília dos Mortos”, que era pra durar cerca de 40 minutos. Foram feitas algumas tentativas de patrocínio, mas sempre sem sucesso. Passaram dois anos, e eu havia juntado suficiente dinheiro pra realizar o filme de forma 100% independente. Reformulei o roteiro com a ajuda do Mikael Bissoni, e o mesmo se tornou um filme de 90 minutos. No começo de 2006, o produtor Rodrigo Luiz Martins se juntou ao projeto, e oficialmente começou a produção do filme “A capital dos Mortos.

CP: Quais eram as maiores dificuldades na hora das filmagens ?
TB: Manter os zumbis motivados era sempre um problema, pois era pouca gente para maquiar muitos zumbis, e muitos não gostavam de ficar esperando.

Outro problema foi em relação à continuidade do filme, principalmente da aparência física dos atores. Como foram mais de dois anos de filmagens, tínhamos que estar muito atentos às mudanças no visual dos atores. Todos tinham que manter o mesmo corte de cabelo, ninguém podia engordar muito, etc.

Outra dificuldade, talvez a maior de todas, era a questão da produção em si. Como éramos praticamente só eu e o Rodrigo Luiz Martins fazendo o filme, era muito difícil exercer todas as funções que qualquer produção cinematográfica exige: manter a luz, posicionar e regular câmera, fazer o som direto, orientar os atores, fazer a fotografia/cenografia, ensaiar, orientar os zumbis, pensar na continuidade das cenas, pensar na decupagem, storyboard, etc. Basicamente éramos duas pessoas ocupando a função de uma equipe cinematográfica inteira.

CP: Quantas pessoas, mais ou menos, foram necessárias para fazer o filme?
TB: Depende. Se estivermos falando em produção e direção, éramos apenas eu e o Rodrigo Luiz Martins. Se estivermos falando da equipe como um todo, incluindo atores, zumbis, as pessoas que eventualmente ajudavam na maquiagem, edição, trilha sonora, etc... calculo cerca de 200 pessoas (só de zumbis foram mais de 150

CP: Há alguma influência de GEORGE ROMERO nesta sua empreitada ? Quais seus filmes favoritos do gênero ?
TB: Claro. Sou fã fervoroso de Romero. Inclusive, A Capital dos Mortos faz muitas referências e homenagens aos filmes dele.

Gosto muitos dos primeiros três filmes de zumbis que ele dirigiu, com ênfase para “Dawn of the Dead” (1978), que é um dos meus filmes favoritos de todos os tempos. Night of the Living Dead (1968) e Day of the Dead (1985) também são sensacionais. Filmes de zumbis de outros diretores, eu gosto de Braindead (1992), 28 Days Later... (2002) e Shaun of the Dead (2004), cujo tom cômico foi forte inspiração para A Capital dos Mortos. Também gostei muito de “REC” (2007).

CP: Recebeu propostas de alguma empresa, para lança-lo comercialmente em DVD ?
TB: Não, pelo contrário. Eu o Fábio Rafael editamos e montamos o DVD duplo (com mais de três horas de material extra), e mandamos prontinho (junto com um projeto que explica minuciosamente todas as etapas da produção do filme, e da justificativa para fazê-lo) para todas as distribuidoras do Brasil. Foram mais de 20 contatos, e ninguém demonstrou interesse em comercializar o DVD. Então, eu mesmo paguei pela duplicação de mil unidades, e as estou vendendo através do site oficial do filme.

Essa experiência me mostrou o quão alto é o nível de preconceito e descaso por produções independentes no Brasil, principalmente as de terror.

CP: Já tem planos para novas produções ?
TB: Tenho um roteiro pronto para a Capital dos Mortos 2, mas ele requer cerca de 30 a 50 mil reais para ser feito da forma como visualizo, pois é um filme bem mais elaborado do que o primeiro. Estou tentando captar essa verba. Enquanto isso tenho feito curtas, e estou terminando de escrever um longa chamado “H1V1” sobre uma mutação do vírus da gripe suína que deixa as pessoas infectadas enlouquecidas e com uma raiva desgovernada. Chama-se “H1V1”, pois a letra V faz alusão à palavra “vírus”. Não é um filme de zumbis pela definição rigorosa do gênero, mas se encaixa nos mesmos moldes. É um roteiro com certas semelhanças ao filme “28 Days Later...”. A esperança é que, com a visibilidade de A Capital dos Mortos, eu consiga uma verba mínima para realizar um desses dois longas.

Site Oficial (www.acapitaldosmortos.com.br)

14 comentários:

Daniel A. S. disse...

uma pena esse fime não ter sido lançado comercialmente...

http://daniel.a.s.zip.net

Dan Pessôa disse...

Dalhe Cinema e Pipoca hein!! Entrevistando gente cada vez mais importante uhulll!!

Anônimo disse...

Afford to be a good thing to mention is insisted Fang Dexia, achievements are achievements that the people themselves.

整形 眼袋 開眼頭 雙眼皮 隆乳 隆鼻 抽脂 狐臭 拉皮 肉毒桿菌 脈衝光 醫學美容 玻尿酸 電波拉皮 雷射 削骨 法拍屋 瑜珈 motel 飯店 保健食品 網路行銷 SEO 機票 遊學 寵物 眼科 牙科 婦產科

Vai Assistindo! Blog disse...

Olá parceiro! Ocorreu um problema com o banner do Vai Assistindo, então atualiza ele aí, por favor.

Obrigada. xD

Blogueira disse...

Parabéns por prestigiar a cultura cinematográfica e fazer divulgação estamos precisando.

http://saudeecompanhia.blogspot.com/

Anônimo disse...

Olá, o seu blog é muito interessante, gostaria que visitasse o meu site www.portalcelebridades.com e fizessemos troca de link.

Obrigado pela atenção

Vai Assistindo! disse...

nossa! Eu nem tinha lido direito! Adorei essa entrevista!

Quase todos os filmes de zumbis que o diretor citou, eu assisti. Mto legal fazer filmes desse tipo. Mas infelizmente a mente pobre e atrasada brasileira não valoriza esses tipos de filmes. O povão só gosta de pornografia, filmes sobre favela ou a vida no nordeste. Nunca algo diferente e criativo. São sempre as mesmas porcarias de filmes, com as mesmas porcarias de histórias. Aqui no Brasil só existem 5 gêneros de filmes: porno, romance, policial, comédia e drama (sendo que normalmente quase todos levam um "pitada" de porno ¬¬). O máximo de terror que tem aqui é Zé do Caixão. O único problema é que na hora de fazer um filme de terror, o brasileiro não tem mta criatividade e ñ é mto feliz com a história. Assisti ao trailer desse Capital dos Mortos e a primeira impressão é de que a história é meio banal. Assim ngm vai querer ajudar mesmo... Mas vamos ver, talvez possa ser legal. ^^

Enfim, falei d+...mas foi pq adorei mesmo essa postagem! Parabéns por esta excelente postagem! xD

Anônimo disse...

高雄旅遊墾丁旅遊
阿里山旅遊台東旅遊
清境旅遊包車旅遊
高雄一日遊墾丁一日遊
台南一日遊∣觀子嶺旅遊
高雄墾丁WISH計程車(七人座)高雄租車九人座
機場接送一日遊

Guigo xD disse...

Cara,to ancioso agora pra ver esse filme.Sô fã nervoso de filme de zumbi.Já até pensei em escrever um livro de zumbis,mas a preguiça é maior.

shaushaushuashaushausha

Curti muito essa entrevista.

http://ownedando.blogspot.com/

FabioZen disse...

Adoro filmes de zumbis,e o melhor é aquele cult dos 80´s A VOLTA DOS MORTOS-VIVOS!

christianjafas disse...

Parabéns!

Fiquei sabendo do filme pela sua entrevista e não pela revista Set.

Um abraço e continue assim,

Christian

Carlos: disse...

Show de entrevista, sou doido por filmes de mortos vivos!!!Só espero que a Xuxa não se adira ao gênero.
Xuxa e os Zombies husahusah

Anônimo disse...

o Filme é muito bom, fui na Estreia dele que foi no Festival De Curtas em Brasilia, muito massa e engraçado, participei até de algumas gravaçoes asuhshauasuh
parabens Tiago Belotti

Anônimo disse...

Legal a iniciativa cara! O cinema nacional precisa de filmes desse tipo, digo, variedade né! adora qualquer coisa com zumbis, só achei a produção e os efeitos um pouco fracos né...
=/
Mais só vcs dois fazendo tudo fica meio foda né!
parabens mesmo, e espero q encontre patrocionio pro próximo filme!

Related Posts with Thumbnails