sexta-feira, setembro 03, 2010

HOLOCAUSTO CANIBAL

rapidezfilmes.blogspot.com

Tido como um dos filmes mais controversos de todos os tempos, HOLOCAUSTO CANIBAL é uma aula de masoquismo, brutalidade e violência.
Poderia ser um manifesto à burrice humana para com seu próximo, mas é apenas um amontoado de violência gratuita que pode divertir (ou não) o espectador. Porém, o incômodo que RUGGERO DEODATO causa, é grande..

Se muitos acreditam que A BRUXA DE BLAIR era inovador, por trazer ares documentais, a película de DEODATO já havia feito isso décadas antes.
As filmagens, obviamente trazem um tom amador e as atuações dos protagonistas são péssimas, distanciando-nos do drama e desespero ali contidos.

Quando começa o 'filme dentro do filme', lá pelos 45 minutos, é que HOLOCAUSTO CANIBAL prova o porque de tanta polêmica quando foi lançado (além do sexo e mulheres nuas, comuns em produções do gênero, há tortura, matança de animais, mutilações e etc.)...
Um ponto inteligente no meio do roteiro é o fato do primeiro segmento do vídeo encontrado, não conter áudio, causando maior realismo.

Três jovens documentaristas estão desaparecidos, após viajarem para a Amazônia. Um professor de Nova York, resolve investigar o que aconteceu com eles e encontra uma sociedade primitiva, com seus rituais macabros e instintos canibalistas. A gravação dos estudantes é encontrada e vemos como perderam suas vidas de forma trágica e cruel.

A mentalidade do diretor e da equipe como um todo é insana, mas talvez por isso, ainda nos dias atuais consiga chocar como poucos produtos da história do cinema.
Antes de qualquer terror psicológico, que mexa com nosso pensamento, DEODATO quer mesmo é enfiar goela abaixo todo seu amontoado de bizarrices. Assista por sua própria conta e risco!


Curiosidade sobre o filme:
- Depois de estrear na Itália, o filme foi apreendido por um magistrado local, e Ruggero Deodato foi preso por acusações de obscenidade.
- Deodato foi acusado de ter feito um filme snuff, devido aos rumores que afirmavam que certos atores foram realmente mortos. Mas foi posteriormente inocentado dessas acusações.
- O filme foi proibido na Itália, Reino Unido, Austrália e em vários outros países devido à sua representação gráfica de gore, violência sexual e a inclusão de seis mortes reais de animais.
- Muitos países já revogaram a proibição, mas o filme ainda é barrado em várias nações .

Título Original: Cannibal Holocaust
Ano Lançamento: 1980 (Itália)
Dir: Ruggero Deodato
Elenco: Robert Kerman, Francesca Ciardi, Perry Pirkanen, Luca Barbareschi, Salvatore Basile, Ricardo Fuentes

ORÇAMENTO: 200 mil dólares

11 comentários:

Rael XX disse...

eles realmente mataram os animais no filme, é sério. O diretor disse que teve pesadelos com isso durante vários dias. Grande babaca.

marcio-33 disse...

Não só mataram como fizeram os bichos agonizarem antes de morrer. Isso foi iperdoável.

Rizaz disse...

Esse Filme é muito tosco mano, quem não aguenta assistir coisa pensada, nem faça o download.

Thiago Bernardo disse...

Sério! Muito foda... todo mundo falava que Aniversário macabro,Sorority Row eram fortes... E que esse todo mundo não assisitiu Holocausto canibal...
O filme é PAVOROSO... terrível... é de gritar de pavor! Quem tem estomago fraco não assista!!!

Eduardo Alberi disse...

Esse filme é um lixo. De cena violenta praticamente só tem as dos animais, que por sinal mostram como o diretor foi um grande fdp.

Não assista! Não perca seu tempo!

Juliana. disse...

"Deodato utilizou de métodos bem originais e marcantes."
Torturar animais e filmar. Revolucionário!

Victor_snake disse...

Foram monstros que fizeram esse filme assim como quem assistiu e gostou!!! Nunca algo que envolve maltratos a animais pode ser considerado arte.
Deodato esta mais para nazista do que para diretor !
Não assistam nem se vocês gostam do gênero ,pois isso não é filme .
Dizem que inovar é fazer oque ele fez? Melhor terem inovado de outra maneira.

E Juliana ? Fala sério ... Torturar animais...você achou legal , revolucionário ?
Outro motivo para quem esta lendo não assistir a esse lixo de produção , ou querem ficar igual a nossa amiga ai de cima ?

estudando internet disse...

Cara, eu todo feliz achando "bah deve se o puta filme", baixei, fiz uma pipoca e fui assisitir o tal filme proibido.

Porra, fiquei totalmente decepcionado, alem de não ter sentido a maior parte do tempo (especialmente depois que encontraram o outro guia morto, se tornaria uma missao suicida).

As unicas cenas violentas que mereceriam ser chamadas de fortes são as dos animais, que o fdp do diretor matou de verdade.

Ta, vo resumi, o filme é uma droga, vão perder seu tempo.

adailton disse...

existem filmes piores que esse...

Assista Canibal Ferox, consegue ser duas vezes mais ultrajante.

ederDBZ disse...

COMENTÁRIO DE Lincoln Ferdinand (CINEMAFIA)

Opa cara.
teu blog está bom, eu aprecio sua crítica, porém, não concordo com seu posicionamento.

Holocausto Canibal não é apenas um amontoado de violência e sangue que jorra aos nossos olhos. Deodato faz uma severa crítica á sociedade moderna. Certamente o filme não é para todos. Foi a melhor forma que ele encontrou para demonstrar até onde o ser humano pode chegar em seus desejos e fascínios e para onde a humanidade caminha.

Deve-se levar em consideração também a época em que foi filmado. A produção foi uma revolução para o seu tempo e Deodato utilizou de métodos bem originais e marcantes.
É de se admitir que os maus tratos aos animais houveram e não eram necessários. Mas o filme é sim uma obra prima da sétima arte e indispensável para qualquer estudante de cinema ou fã do gênero.

Escrevi sobre ele em meu blog também. Dá uma olhada depois.
Abraço.

http://cinemafiablog.wordpress.com/2010/06/11/holocausto-canibal-1980/

Lincoln Ferdinand (CINEMAFIA)

ArvoreDeDinheiro disse...

esse filme é bizarro para a epoca q foi feito. acabei de ver... existem mtas coisas estranhas.. os brancos matando indios.. os indios matando os brancos.. ah.. mta coisa.. agora preciso ver um filme bom pra balancear rsrs

Related Posts with Thumbnails