quinta-feira, janeiro 20, 2011

TOP CP - OS MAIORES ROBÔS DO CINEMA

Desde sempre o cinema flertou com a ficção científica, trazendo-nos ótimas criações robóticas, sejam elas humanóides ou não.
Neste TOP, colocaremos os 10 maiores robôs, que tivemos oportunidade de vermos, até aqui...

- Rotwang (Metrópolis, 1927)

Criada para ser uma espécie de 'líder da classe operária', para influenciar os empregados a fazer as vontades dos patrões, Rotwang tem um design sensacional e curvas femininas - talvez para facilitar essa 'ligação' entre eles. Mesmo após muitas décadas, Rotwang continua inspirando diversos outros humanóides.

- HAL - 9000 (2001, Uma Odisséia no Espaço, 1968)

É o robô com a estética mais simples dentre todos (um círculo com uma luz vermelha), mas como personagem é extremamente complexo e trágico e conta sua voz tranquila e apaziguadora - e isso o deixa mais amedrontador.

- R2-D2 (Star Wars, 1977)

Com o formato de um cesto de lixo, R2-D2 é muito curioso e adora aventuras. Em seu compartimento, guarda todas as geringonças que você imaginar.

- Replicantes (Blade Runner - O Caçador de Andróides, 1982)

São robôs, aparentemente idênticos aos seres humanos, criados para substituir-nos em atividades perigosas e trabalhos pesados. Com o passar do tempo, eles foram ganhando mais inteligência e consciência de que poderiam durar muito mais do que o 'prazo de validade' estipulado pela empresa que os criou, que era de 4 anos.

- Robocop (Robocop, 1987)

Alex Murphy era um tira, que foi fuzilado por uma gangue. Uma corporação policial, o 'recria', com partes cibernéticas e assim nasce Robocop. Um ciborgue violento, mas que ainda trás consigo, algumas lembranças do passado, por isso a buscar por vingança aos assassinos de Murphy é a sua principal meta.

- Gigante de Ferro (Gigante de Ferro, 1999)

Doce, carismático e ingênuo, assim é o robô encontrado na floresta pelo garoto Hogarth Hughes.
Porém, ao ser atacado pelas forças militres norte-americanas, ativa seu 'modo de defesa' e se transforma numa arma de combate poderosíssima.

- David (A.I. - Inteligência Artificial, 2001)

Criado para ser o filho perfeito, que nunca envelhece e está disposto a amar seus pais para sempre, é abandonado pela 'mãe' e sai numa jornada perigosa à procura dela. É um conto de fadas, que esbarra em citações como as de Pinóquio, por exemplo. Melancólico e triste.

- Sonny (Eu, Robô, 2004)

Numa sociedade que se acostumou a viver no meio desses robôs, e que conta com 3 leis fundamentais, Sonny é acusado de ter assassinado seu criador. Porém, no decorrer da investigação, ele prova ser bastante confiável. É inspirado na obra do 'pai da ficção' Isaac Isimov.

- Optimus Prime (Transformers, 2007)

Ele é o líder dos Autobouts e vive em Cyberton. Depois de ter quadrinhos e desenhos animados, foi para o cinema com estilo, transformando-se num caminhão de cores vivas. Com suas armas poderosas e os amigos fiéis ao lado, combate os Decepticons.

- Wall-E (Wall-E, 2008)

Vivendo num mundo isolado, este robozinho 'catador de lixo' é extremamente curioso, trabalhador nato, e tem como melhor amigo, uma barata.
Apaixona-se perdidamente por Eva, uma robô que vem para a Terra, colher mostras de algum ser vivo, num planeta devastado pela poluição.


Hors Concours:

- T-800 (Exterminador do Futuro, 1984)

Apontado por alguns, como o melhor robô da história do cinema, T-800 que no primeiro filme era o vilão e queria assassinar Sarah Connor de qualquer jeito e depois, transformou-se num herói, salvando a vida de John, tem estilo e tem frases memoráveis... quem não se lembra do 'Hasta la vista, baby'!

1 comentários:

Anakyn disse...

Gostei da lista, com a excessão do primeiro, o resto eu conhecia todos, mas acho que você poderia colocar na lista o Jhonny 5! Lembro muito do filme com ele e até rolou uma polêmica sobre ele e o Wall-E, que um seria cópia do outro! Valeu!

Related Posts with Thumbnails