quinta-feira, julho 07, 2011

TOP CP - 10 MELHORES ÉPICOS DO CINEMA

Antes de qualquer coisa, quero agradecer a nossa nova colunista e ajudante Bárbara Silva (@_BahSiilva). Esperamos que essa parceria renda ótimos posts!

Desde sempre o cinema flertou com a grandiosidade e com temas como vingança, batalhas monumentais e orgulho, 'receita básica' para qualquer bom filme épico. Portanto, nada mais justo do que homenagearmos o gênero. Mais uma lista que, provavelmente terá controvérsias.

- O NASCIMENTO DE UMA NAÇÃO (1915)
O visionário diretor D. W. GRIFFITH fez aqui uma das obras mais controversas e ao mesmo tempo maravilhosas do cinema. O NASCIMENTO DE UMA NAÇÃO repassa diversos pontos da história norte-americana, pela ótica de 2 irmãos.



- ...E O VENTO LEVOU (1939)
No meio da Guerra Civil Americana, o personagem de CLARK GABLE encontra motivos para acreditar num futuro melhor ao lado de Scarlett O'Hara. Amores, desilusões, perdas e outros sentimentos são maximizados pela força do roteiro de MARGARETH MITCHELL e SIDNEY HOWARD.



- OS 10 MANDAMENTOS (1956)
O mestre dos épicos CECIL B. DEMILLE crava na história um filme que continua sendo adorado por cinéfilos do mundo todo. A seqüência de Moisés abrindo o mar é uma das mais conhecidas da 7ª arte. Perdeu o Oscar inacreditavelmente para A VOLTA AO MUNDO EM 80 DIAS.



- BEN-HUR (1959)
Este é outro filme que está no imaginário coletivo de qualquer fã de cinema que se preze - quem não se lembra da corrida de bigas?. CHARLTON HESTON é o personagem título, que sofre absurdamente, mas parte para vingar aqueles que destruíram sua família. Foi vencedor de 11 Oscars.



- SPARTACUS (1960)
Épico incrivelmente bem produzido, editado e dirigido pelo mestre STANLEY KUBRICK. Há passagens maravilhosa, lutas muito bem coreografadas entre os gladiadores e KIRK DOUGLAS em plena forma. Um deslumbrante e inesquecível épico.




- EL CID (1961)
Com uma bela dobradinha entre a estonteante SOPHIA LOREN e o talentoso CHARLTON HESTON, EL CID como o título já diz, fala sobre o nascimento do lendário herói espanhol. A meticulosa recriação de época é deslumbrante.



- LAWRENCE DA ARÁBIA (1962)
Com 216 minutos de duração, LAWRENCE DA ARÁBIA é considerado por muitos o melhor filme já feito na história do cinema. É uma obra indispensável. Vencedor de 7 Oscars, incluindo Filme e Direção.



- A LISTA DE SCHINDLER (1993)
Mais amadurecido e crítico em suas investidas, STEVEN SPIELBERG dirige com muita competência LIAM NEESON e BEN KINGSLEY, envolto de uma fotografia em preto e branco em plena 2ª Guerra Mundial. A reconstrução da época e todas as minúcias em sua câmera emocionam e nos faz questionar sobre a necessidade de liberdade e esperança.



- GLADIADOR (2000)
Num momento em que os épicos não faziam tanto sucesso em Hollywood, eis que RIDLEY SCOTT aparece com o 'Ás' na manga e crava o nome de RUSSELL CROWE na indústria. Maximus é um personagem melancólico e sedento por vingança e ela chega de forma apoteótica, numa batalha contra Commodus.



- O SENHOR DOS ANÉIS - O RETORNO DO REI (2003)
Final da trilogia que reinventou o gênero de aventura e faturou 11 Oscars. As cenas de ação são, de longe o melhor dos 3 filmes, sem contar que PETER JACKSON já se sentia mais à vontade na cadeira de direção. Épico maior da geração atual!


2 comentários:

Rubi disse...

Dos mais antigos, tive a oportunidade de assistir todos, e de fato são épicos. De 90 a 2000 ainda preciso assisitir, pois já que estão na sua lista devem ser ótimos também.

Aproveito a segunda visita para lhe seguir e para agradecer o comentário. Volte sempre que puder será um prazer!

Luiz Santiago disse...

Gostei muito da postagem. Relembrar épicos é sempre muito bom. E o mais legal é que desses aqui... eu gosto de todos! Hahahaha

Abraço

Related Posts with Thumbnails