sexta-feira, julho 17, 2009

QUANTO DURA O AMOR ?

cinema.cineclick.uol.com.brFalar de amor e paixão nos cinemas, tem se tornado algo bastante complicado, pois facilmente os diretores caem num emaranhado de clichês, e ao invés de driblarem seqüências mais óbvias da sétima arte, vão de encontro a elas e em mais de duas décadas, só mesmo Richard Linklarter emanou fluidez e perspicácia em ANTES DO AMANHECER e ANTES DO PÔR DO SOL.

Neste QUANTO DURA O AMOR ?, ROBERTO MOREIRA conta três histórias interessantes, mas que não se sustentam devido ao elenco frouxo e mal aproveitado (ou você, caro leitor, acredita que DANI CARLOS sabe atuar ?).
O tom momentaneamente alegre do primeiro ato, dá lugar à tristeza e frustração no desfecho -um tanto corrido e repentino.

Três histórias de amor são presenciadas, bem no coração de São Paulo. A primeira é de uma garota interiorana, deslumbrada pela cidade grande, que envolve-se com uma cantora de boate.
A seguinte, homem apaixona-se perdidamente por prostituta e tenta, de toda maneira relacionar-se seriamente com ela.
Por último, mulher entrega-se ao amigo de trabalho, porém ela guarda segredo que mudará os planos futuros do casal.

Após noventa minutos, o diretor prova que, o amor dura até o ponto certo para te fazer sofrer, como uma punhalada pelas costas, pois absolutamente nada é eterno.
Sairia melhor com profissionais mais experientes e uma trilha sonora menos chapante (DANI CARLOS dublando as músicas é desastrosa).
Mas e para você, quanto dura o amor?

NOTA: 6,5
ORÇAMENTO: --

11 comentários:

Guttwein disse...

A temática é interessantissima, e por envolver uma série de coisas, fica até dificil começar a falar...
Pode parecer piegas ou escasso, mas acho que dura simplesmente o necessário... pode ser 1 dia, 1 ano, 1 vida...
------------------------------------
Kamerad, sana-me uma dúvida: Como agrego esse indexador de votos do centralblogs? Procuro esse widget lá pelo site e não acho... como é que faz cara? rsrs Oo

Jéssica Modinne disse...

Cara, gostei do enredo, achei interessante, mas, apesar de ainda não ter assistido, não discuto quanto a participação de Dani Carlos (as músicas já não são boas - na minha opinião).
Mesmo assim, acho q deve valer a pena pelas histórias.

- O amores duram, as paixões não.
www.hoppipollablog.blogspot.com

MUNDO GÓTICO disse...

Ainda não acisti.
ótimo texto. prefiro não arriscar.
paixão é coisa pasageira..
mais pode se torna amor.

Vini e Carol disse...

Ficou legal seu texto!
Respondendo a pergunta no título.
Dura o tempo que nós quisermos!
Nós decidimos o tempo que dura o amor, se quisermos por muito tempo, iremos cuidá-lo como se fosse ouro, se não o queremos mais, o desprezamos.

Abraços.

Wander Veroni disse...

Ainda não assiti a esse filme, mas já li algumas críticas sobre. Concordo com vc: falar de amor nos filmes não precisa, necessariamente, usar só clichês.

Abraço,

http://cafecomnoticias.blogspot.com

Dan Pessôa disse...

Não discuto com você quanto a Dani Carlos dublando as músicas. Mas prefiro ela atuando do que o Daniel.

As partes dramáticas do filme realmente deixam a desejar. Os atores como um todo (incluindo Paulinho Vilhena, o "grande nome" do filme).

Respondendo a pergunta, o amor dura até um conhecer o outro. (pessimista, eu? :p)

PCN disse...

Gostei do seu blog, você escreve boas dicas aqui de filmes aqui...

Visite meu blog!
Papéis Riscados
&
Meu Twitter

Danilo disse...

Críticas negativas sempre me deixam com mais vontade de assitir a obra mencionada.

Anônimo disse...

Eu achei a Danni Carlos otima....serio mesmo... vale a pena... melhor que a Carolina Dickeman tentando fazer a roqueira do desastroso Onde Andar Dulce Veiga... vale a pena ver o filme...simples, leve e sutil... bom pacas... é mais pop que o outro filme do diretor... mas tem um coisa bacana... vc sai do cinema, acreditando mais na vida...e acreditando mais no cinema nacional

BRUNO disse...

Hj em dia as pessoas pensam que qualquer lapso de encanto ou atração sexual se chama amor, é tão efêmero porque as pessoas se precipitam tentando entender seu significado, só que se isso refletir no cinema, estamos mesmos perdidos.

juh s.e.p ϟ disse...

nossa esse filme deve ser boom (tirando o caso da Danni).
hoje em dia as pessoas deviam ver o amor como ele realmente é. e não simplesmente como ele foi 'visto' pelos outros.
:*
vouvivendoavidalevemente.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails