terça-feira, maio 10, 2011

FEDERAL

adorocinema.com

Se tenho orgulho de dizer que filmes como TROPA DE ELITE, CIDADE DE DEUS, O HOMEM QUE COPIAVA, dentre muitos outros são brasileiros, tenho vergonha de dizer o mesmo para obras desnecessárias como FEDERAL, um lixo cinematográfico que me faz questionar quem são os ‘profissionais’ que injetam o dinheiro das ‘leis de incentivo para a Cultura’ num projeto tão irrelevante como este.

Há uma tomada aérea de Brasília... um dos protagonistas está com a mulher grávida... os policiais colocam um saco na cabeça do traficante para tentarem tirar alguma informação dele... Sim minha gente, FEDERAL queria ser TROPA DE ELITE e ERIK DE CASTRO queria ser JOSÉ PADILHA.

É uma sucessão tão grande de equívocos e escolhas amadoras, que até os palavrões inseridos soam desnecessários e os diálogos parecem ter sido tirados da mente de um adolescente de 13 anos. O roteiro não esmiúça a investigação na busca dos criminosos... o ideal para CASTRO é que a polícia chegue metralhando tudo, provando que os policiais são homens viris e que preferem mais o tiroteio gratuito do que o planejamento antecipado.

Há um tom machista e ofensivo dentro dos 90 minutos da trama, até porque as mulheres aparecem apenas para transarem ou se drogarem.
Daí, além de ter no elenco o ‘quase ator’ CARLOS ALBERTO RICCELLI (BRASÍLIA 18%) e SELTON MELLO (O CORONEL E O LOBISOMEM), que honestamente não sei por que aceitou entrar nessa bomba, me aparece MICHAEL MADSEN (CÃES DE ALUGUEL), louco para ganhar uns trocados em qualquer produção por aí.

Vital e seu grupo de policiais precisam capturar um perigoso traficante de drogas internacional que se instalou em Brasília.
Com a esposa grávida, ele divide seu tempo e faz de tudo para que ela não participe deste mundo violento.

Precisei de muito esforço, coragem e uma boa dose de insônia para chegar nos créditos finais de FEDERAL, que é sempre sombra de dúvidas um dos piores filmes nacionais de todos os tempos... Lembre bem deste nome ERIK DE CASTRO, caso apareça estampando algum cartaz nos cinemas, passe longe!

Título Original: Federal
Ano Lançamento: 2010 (Brasil / Colômbia / França)
Dir: Erik de Castro
Elenco: Selton Mello, Carolina Gómez, Roberto Cano, Carlos Alberto Riccelli, Michael Madsen


ORÇAMENTO: 5 Milhões de Dólares

PERGUNTA PARA O INTERNAUTA:

* O que você achou de FEDERAL ?
* É o pior filme nacional de todos os tempos ?

6 comentários:

Silvano Vianna disse...

Até hoje tenho medo de conferir essa "pérola"...acho que ainda vou levar um tempo para criar coragem e assistir a muitos filmes bons para compensar e arriscar nesse desastre...

MicaelFreitas disse...

Só não perde pra Segurança Nacional.

Dienes disse...

Pensei que o filme era bom... mas vc fez perder a vontade assistir.

Visite meu site também www.yny.com.br tem tv online, games, piadas, curiosidades e troca de banner para seu site/blog.

PAULLO1965 disse...

Realmente o filme nao ér aquilo que se espera,mas ele tam bem nao é tao ruim assim,eu assisti um monte de merda feita pelo cinema nacional,chico xavier o filme é uma porcaria um lixo um filme ruim e arrastado com apariçoes fantasmas ridiculas,nosso lar é outra merda um filme sem pé nem cabeça,sem conteudo sem nada outra bela merda,lula o filho do brasil perca de tempo,esses tees filmes sao os piores filmes do cinema nacional.

Pryscylla93 disse...

Eu discordo. Mas tudo bem. (:

nangil disse...

SEGURANÇA NACIONAL É PIOR, VAI POR MIM!!!!

Related Posts with Thumbnails