quarta-feira, outubro 20, 2010

TROPA DE ELITE 2 - O INIMIGO AGORA É OUTRO

Hoje, excepcionalmente a crítica mudará de dia, porque não aguentei e tive que postar o texto de TROPA 2!

cinepop.com.br

Não haveria época melhor para o lançamento de TROPA DE ELITE 2 – O INIMIGO AGORA É OUTRO, do que agora. Pois temos o 2º turno das eleições e JOSÉ PADILHA bate de frente com toda máfia governamental existente, não só no Rio de Janeiro ou em Brasília, mas em qualquer cidade que se preze.
Seria interessante colocarem Dilma e Serra para assistirem este sucesso e aprenderem que no horário eleitoral ou em debates nas redes de televisão, é mais contundente falar sobre como tratarão as questões públicas do país, do que se preocuparem em atacar um ao outro, pois de ‘fofoquinhas eleitoreiras’ de quinta categoria, nossas caixas de e-mail já estão abarrotadas.

Se no episódio anterior, víamos como alvo os traficantes e a tentativa de desmantelar toda sujeira feita por eles, aqui o ‘buraco é mais embaixo’ e mostra-se como as milícias foram se formando e fortalecendo-se nas comunidades carentes. Na verdade, PADILHA não perdoa ninguém e abrange uma gama enorme de informações, que deixam o espectador revoltado e pasmo – mesmo já sabendo que tudo aquilo acontece em nosso dia a dia.

Torna-se um amálgama entre qual poder é mais podre, enganatório e mesquinho: a mídia, com seu sensacionalismo cego e exacerbado ou a política e seus ciclos viciosos.
Como diz Nascimento ao final: “Apenas 5 ou 6 deputados tem ficha limpa neste Congresso”. E é praticamente um grito de libertação, pois serve também para expor, o quanto a grande maioria das emissoras estão se lixando com o espectador, que prefere a burocrática sensação de conformismo do que algo mais crível.

Semana passada, estava conversando com um primo adolescente (que diz ter consciência política) e ele comentou que ‘não tinha tempo para ver TROPA 2 nos cinemas’, mas estava procurando um link para baixá-lo pois, não havia encontrado em nenhum camelô. O problema nisso tudo é que ele irá assisti-lo, apenas por causa do hype momentâneo e a tal consciência política, que numa hora dessas seria interessante continuar exercendo, vai embora, simplesmente por não ser viável naquele instante.
É mais ou menos assim que boa parte dos políticos e seus esquemas partidários agem: quando há interesse vão de encontro com a população, quando não há, poupam esforços para ajudá-las.

O roteiro de PADILHA e de BRÁULIO MANTOVANI prova que apesar disso, existem deputados de caráter, que não se corrompem e lutam por reais melhorias.
E WAGNER MOURA, ANDRÉ RAMIRO, SEU JORGE, MILHEM CORTAZ e principalmente SANDRO ROCHA, interpretam com naturalidade monstruosa, fazendo com que nenhuma cena seja gratuita – o silêncio de Nascimento no enterro de um personagem é prova disto.
Vai além de ser ‘apenas’ o melhor filme nacional do ano, é também corajoso e irretocável!

Título Original: Tropa de Elite 2 - O Inimigo Agora é Outro
Ano Lançamento: 2010 (Brasil)
Dir: José Padilha
Elenco: Wagner Moura, Seu Jorge, Tainá Müller, Maria Ribeiro, André Ramiro, Milhem Cortaz, Irandhir Santos, Pedro Van Held, Sandro Rocha


ORÇAMENTO: 16 Milhões de Reais

5 comentários:

Dan Pessôa disse...

Apesar de um pouco didático, o filme realmente é o melhor do ano. E não estou restringindo aos filmes brasileiros.

Wagner Moura revive o herói (ou seria anti-herói??) brasileiro mais importante que já foi criado no cinema, e dá um soco em toda a sociedade. Apesar de criticar o sistema político, critica também a sociedade que é complacente com o sistema de corrupção. Esse seu primo (que eu conheço muito bem) está cometendo um ato de corrupção ao comprar tentar comprar um dvd pirata... isso não é ser corrupto também?

A qualidade dos políticos reflete o caráter da sociedade.

Abraços!!

Jornal do Brasileiro disse...

É O MELHOR FILME DE 2010.

Silvia Freitas disse...

Opa, é bom assim mesmo? Quero muito assistir, se der tempo, vou hj mesmo!

Mahone e Edna disse...

O melhor filme brasileiro que assisti, sem dúvida. O primeiro foi muito bom e este é excelente. Mostra com clareza como nós, policiais, ficamos a mercê dos interesses escusos dos altos escalões da polícia e da política. E olha que esse filme não mostra nem a metade. Sou P.C. em Sampa há 33 anos e posso afirmar que sinto nojo dessa instituição, comandada por veradeiras ratazanas de esgoto.Filmaço!!!

Ariel disse...

Eu senti uma raiva (acredito que todos que estavam no cinema sentiram também), na hora em que ele batia naquele politico, era como se fosse a vontade do povo....

De quebrar a cara desses politicos sem-vergonha que inundam a politica...


Ah, e quanto ao filme.... "é o pica das galáxias".

Related Posts with Thumbnails